Reflexão

A realidade, apesar de difícil, é inegável. Sejamos realistas.... a palavra final é sempre da realidade!

quinta-feira, 9 de julho de 2009

Artigo ou Monografia: Qual a diferença?

 
 
Em primeiro lugar é importante esclarecer que tanto Artigo como Monografia são TRABALHOS MONOGRÁFICOS. O que muda então? Quando usar um ou outro termo? Essas são perguntas freqüentes entre os acadêmicos.
 

TRABALHO MONOGRÁFICO

TRABALHO MONOGRÁFICO, aceito simplesmente com o nome de MONOGRAFIA, nada mais é que um documento escrito (graphein, gr.) que apresenta resultados de uma pesquisa sistemática e completa que versa de forma bastante limitada sobre um único tema (monos, gr.), um recorte da realidade global, uma delimitação de campo.

TIPOS DE MONOGRAFIA

 
O TABALHO MONOGRÁFICO, conforme os objetivos a que se destina, recebe determinados nomes e formatos:
  • TCC para conclusão de cursos de graduação,
  • MONOGRAFIA para cursos de especialização em pós-graduação lato sensu,
  • DISSERTAÇÃO para cursos de pós-graduação stricto sensu em mestrado.
  • TESE para cursos de pós-graduação stricto sensu em doutorado.
 
Em todos esses casos, o objetivo básico é a apresentação dos resultados para uma banca examinadora ou julgadora, na maioria das vezes para aprovação ou conclusão de um curso acadêmico.
 

ARTIGO

 
Mas o TRABALHO MONOGRÁFICO também pode ser apresentado de forma sintética e objetiva no formato de ARTIGO, que normalmente deve se destinar à publicação em órgãos ou revistas especializadas em determinado assunto, independentemente do grau acadêmico envolvido, e até mesmo de ser o resultado de um desenvolvimento acadêmico. Pode ser, por exemplo, o resultado de uma pesquisa independente.
 
Percebe-se facilmente que ARTIGO é um TRABALHO MONOGRÁFICO com características e objetivos próprios. Enquanto o TRABALHO MONOGRAFICO amplo obedece a critérios normalmente amparados na ABNT (no Brasil), no ARTIGO é importante saber quais os critérios de formatação aceitos pelo órgão de divulgação ao qual se destina.
 
Engana-se quem acha que desenvolver um ARTIGO é mais fácil que desenvolver uma MONOGRAFIA. Ambos dão o mesmo trabalho. Julgo mesmo que o ARTIGO é até mais trabalhoso, pois que sua conclusão parte praticamente de uma monografia até chegar no formato ideal para um ARTIGO.
 

TIPOS DE ARTIGO

 
Em relação ao ARTIGO, no entanto, devemos separá-lo em acadêmico ou não acadêmico.
No formato acadêmico deve obedecer aos critérios de cientificidade para sua elaboração e apresentação.
Não sendo acadêmico, não necessita do mesmo rigor, e pode ser mais coloquial na sua apresentação, como por exemplo, no caso desse pequeno artigo que você acabou de ler.
 
Para mais informações você pode consultar meu livro PESQUISAS CIENTÍFICAS: planejamento para Iniciantes. Algumas páginas estão disponíveis para consulta, clik aqui para verificar.
Uma versão pocket está disponível no Armazem do Ebook. Clik na imagem ao lado para acessar e fazer o download.
 
 

________________________________________

Leia Também:

  • Logo-Site4Orientação Psicológica OnLine – O.P.O.
  • Elaboração de Projetos de Pesquisa
  • PESQUISAS CIENTÍFICAS e CONSTRUÇÃO DO CONHECIMENTO
  • Trabalho Científico: para que serve a justificativa
  • Loucura do TCC
  • Clik aqui e vá ao post mais recente

    Visite o site do Armazém do e-book e verifique outras obras interessantes, algumas com download gratuito.. __________________________________________________________________________________

  • Não me peça explicações, não as tenho. Eu simplesmente aconteço.

    Sucesso e paz.
    Varekai (onde quer que seja)
    Roberte Metring – CRP 08/8758

    Psicoterapia - Consultorias - Cursos – Palestras – Docência – Orientação e Co-orientação de Trabalhos Acadêmicos – Supervisão Clínica: contato@psicologoroberte.com.br

    ***** cadastre seu e-mail ao alto da página e receba as atualizações *****

  • 8 comentários:

    1. Nossa que bacana, esclareceu muitas dúvidas em 1 só artigo! Tenho que fazer minha monografia/artigo, estou quebrando a cabeça e nem consegui começar. Ai que medooo!
      Gostei muito do blog, parabéns!

      ResponderExcluir
    2. ahhhh me desanimeii!!!!!!!!pensei que artigo fosse mais fácil!!!!!!!!!!!!!a nemm!!!

      ResponderExcluir
    3. Alguém saberia dizer qtas pgs normalmente pode ter um artigo científico? Gostei tb do Blog táaaa`bom?

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. a maioria dos artigos que eu vi tem 15 pagias

        Excluir
      2. a maioria tem 15 paginas

        Excluir
      3. a maioria dos artigos que eu vi tem 15 pagias

        Excluir
    4. Muito obrigado!
      Texto esclarecedor.
      Que Deus o abençoe por compartilhar o conhecimento.
      Um abraço,
      Rodrigo

      ResponderExcluir
    5. Ótima explicação. Sempre preparar um TCC, Monografia ou Artigo nos impressiona. Causa esta sensacao de medo, mas vale a pena o conhecimento adquirido

      ResponderExcluir

    Este espaço existe para você dizer o que achou da leitura. Se gostou, e acha que pode ser útil a mais alguém, informe o endereço de meu BLOG. Obrigado por ter me visitado.

    Medidor de Velocidade da Internet